quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Top 10 – Afinal, quem pode levantar o martelo do Thor?

 
merecedores00
Já leu as inscrições do Mjolnir? “Aquele que empunhar este martelo, se digno for, possuirá o poder de Thor” é o que tem escrito. E isso acaba abrindo margem pra muitas possibilidades. Você lembra quantos já tiveram a honra de empunhar tal arma de combate? E quantos tiveram a honra de usar a alcunha de Thor? Ou mesmo de servir como seu alterego? Vamos ver se conseguimos juntar 10 nomes aqui! Confira a  lista de quem já ergueu o Mjolnir.
10 – Jane Foster/Thordis
Vamos começar com um evento fora desta realidade, margeando muitos outros casos que aconteceram em What ifs, revistas específicas da Marvel contando curiosas histórias paralelas baseadas numa única pergunta intrigante. E na décima edição desta revista, temos Thordis, a versão feminina do Deus do Trovão, criada numa realidade em que Jane Foster acabou acompanhando seu amor, Donald Blake, numa viagem e deparou-se com os kronianos que invadiam a Terra naquele momento. Só que desta vez, foi Jane quem achou e usou o bastão que a tornou a Deusa do Trovão, vivendo a partir de então várias aventuras. Histórias similares aconteceram com outras mulheres, como Vampira (What if 66) e Tempestade (What if 12).
-
merecedores10
-
09 – Andarilho dos Céus
Na tradução original chamado de Air-Walker, Gabriel Lan foi um Xandariano da Tropa Nova que acabou se sacrificando como o Surfista Prateado e se entregando a Galactus como arauto. Num dos combates contra uma raça alienígena, seu corpo foi destruído, mas sua consciência foi parar num androide  Muito mais tarde, o androide se vê em combate direto com o Deus do Trovão no espaço e essa é a primeira vez que é informado que construtos com consciência não são afetados pelos dizeres mágicos do Mjolnir. Isso voltou mais tarde a ser usado com outros robôs como Zarrko e Assombroso Andy, o androide mudo do Pensador Louco.
-
merecedores09
-
08 – Red Norvell
Sendo parte de uma equipe que estava para fazer um documentário em Asgard sob autorização de Loki, Roger “Red” Norvell conheceu e se apaixonou ali pela bela Sif. Sendo seu amor negado, foi tentado por Loki a possuir poderes similares ao de Thor ao possuir alguns objetos como as luvas de ferro com essência de Thor, o cinturão do Poder e o Fogo de Geirrodur, o que lhe permitiu erguer o Mjolnir. Isso tudo foi meio que permitido por Odin já que ele viu em Red Norvell a chance de criar um outro Thor para morrer no lugar do seu filho durante o Ragnarok. A paixão por Sif e o poder repentino enlouqueceram Norvell, que se voltou contra Thor e só voltou a sanidade muito mais tarde, inclusive se tornando um campeão de Asgard.
-
merecedores08
-
07 – Superman e Mulher Maravilha
Em dois crossovers diferentes, esses dois campeões da DC se mostraram dignos de erguer a arma asgardiana. Primeiro, a Mulher Maravilha em Marvel vs DC volume 1. Depois, o Superman num encontro da Liga da Justiça e dos Vingadores, onde precisou da arma do Deus do Trovão e o escudo do Capitão América para vencer a ameaça de Krona.
-
merecedores07
-
06 – Dargo Ktor
Dargo Ktor vivia num futuro oprimido por corporações  quando acabou topando com um culto que adorava o Mjolnir original cravado numa pedra e esperavam aquele que poderia levantá-lo. Mesmo Dargo não acreditando em tal coisas e defendendo que as pessoas deveriam contar com o que eram, acabou ele se revelando o hospedeiro do Deus do Trovão no século 26, ganhando os poderes quando segurava o Mjolnir. Mais adiante, Dargo viria ao nosso tempo e lutaria contra Eric Masterson quando enganado pelo vilão Zarrko. Depois, aliou-se a Thor, Trovejante e Bill Beta Ray em breves aventuras na revista Thor Corps.
-
merecedores06
-
05 – Jake Olson
De fato, Jake não pode ser considerado um merecedor, mas acabou sendo por ocasião do destino o terceiro hospedeiro de Thor nas histórias da Marvel Comics numa situação forçada em que o filho de Odin precisava se esconder dos Deuses Negros. Olson era um viciado em drogas e trabalhava como paramédico num Hospital para conseguir um acesso mais fácil a elas. Foi mortalmente ferido no meio de uma luta contra os Vingadores e enquanto Thor possuía sua identidade, sua alma passou por uma literal jornada no inferno perseguido por Loki, que ressuscitou-o e queria usá-lo contra o irmão. Acabou morrendo mais tarde, mas conquistando um lugar melhor para sua alma.
-
merecedores05
-
04 – Capitão América
Numa época em que ele atendia apenas como “Capitão”, Steve Rogers lutou ao lado do Thor na edição 390 da revista do Deus do Trovão, na fase Tom DeFalco e Ron Frenz. Em dado momento da briga, Thor se separa de seu Martelo e é o Capitão quem vai atrás da arma. Convicto de que era alguém digno, ele ergue a arma asgardiana com alguma dificuldade, lançando longe o exército de inimigos que estavam por cima dele.
-
merecedores04
-
03 – Bill Raio Beta
Fruto da excelente fase do Simonson no Thor, Bill Raio Beta foi designado como voluntário para ser modificado e suportar todas as agruras do espaço afim de servir como guardião de seu povo, os Korbinitas, que viajam em estase pelo cosmo. O alienígena surgiu nas HQs em Mighty Thor 337 nos Estados Unidos e confrontou Thor no momento em que se deparam pela primera vez no espaço, considerando-o uma ameaça ao seu povo. No meio da luta, conseguiu erguer o Mjolnir, revelando-se como alguém de natureza digna e tornando-se uma versão korbinita do Thor. Passou a lutar junto com Thor depois de resolvido os problemas iniciais e mostrou-se digno a ponto de Odin criar um martelo só para ele mais tarde – O Rompedor de Tormentas.
-
merecedores03
-
02 – Eric Masterson
Eric Masterson foi o segundo hospedeiro a se vincular a Thor na cronologia Marvel, depois de Thor ter sido banido mais uma vez por aparentemente ter matado seu meio-irmão Loki. Masterson carregou o manto de Thor por muitos anos, servindo como Vingador e protetor de Midgard. Muito mais tarde, Thor se libertou da mente de Masterson, mas em prol da dignidade que Eric teve por todo esse tempo, foi convidado a ainda atuar como herói. Uma maça feita por Odin lhe foi entregue e passou a atuar sob o codinome de Trovejante.
-
merecedores02
-
01 – Donald Blake
Afim de ensinar ao filho que nem tudo depende de força, e que é preciso aprender a ser humilde, Odin exilou Thor na Terra, criando uma identidade nova e separada das memórias de seu filho, o Doutor Donald Blake, talentoso estudante de medicina manco de uma perna, onde passou 2 anos sem sequer ter ideia de quem realmente era. Mais tarde, deparou-se com sua primeira ameaça fora de qualquer padrão normal, os Homens de Saturno, o que levou-o a redescobrir sua outra vida como Thor. Suas memórias foram voltando aos poucos e até hoje é meio complicado aos leitores entenderem o que é realmente Donald Blake. Fato é que o homem se tornou tão marcante quanto seu alterego divino e depois de bastante tempo afastado como a identidade secreta de Thor, Blake retornou a vida recentemente e para as histórias do Thor, graças ao escritor J. M. Straczynski.
-
merecedores01
-
Bônus! 
É possível ainda “driblar” a proteção mágica criada por Odin. Uma destas formas é usando magia também, mas é possível sim com força bruta – mas é preciso ser MUITO forte pra isso. Um personagem que conseguiu levantar o Mjölnir na força foi o Hulk Vermelho, mas ele teve a ajuda de um ambiente com menor gravidade para isso.
1102182-rulk_v_thor_super
Pra completar, o vilão Loki criou algumas vezes versões fakes do Mjölnir, que foram usadas pela Tempestade e o Deadpool.
1928341-loki_super
Isso tudo, claro, no Universo Marvel principal. Uma característica dos quadrinhos é ter diversos universos paralelos, cada um com sua cronologia, histórias e origens. No Universo Ultimate, o segundo em importância dentro da Casa das Ideias, não existe uma ligação tão forte entre o Thor e Mjölnir. O herói não combate utilizando a versão original do Mjölnir, mas sim um martelo que é fonte de energia para seu uniforme tecnológico, criado pelo Dr. Braddock. Ou seja, qualquer um que seja forte o suficiente pode levar este ~Mjölnir.
Ah! A capa do Hulk com o Mjölnir nas mãos, certo? Bom, aqui vai a primeira lição da Marvel: nunca acredite em capas. Nem sempre elas correspondem com a realidade.
Fonte: UniversoMarvel616 – Bônus/Judão
Postar um comentário