terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Nicolas Cage: "Warner não teve coragem para fazer Superman Lives"

[ por Marcio Brasil ] 


Por volta de 1997, quase que o mundo assistiu a um filme do Superman dirigido por Tim Burton e estrelado por Nicolas Cage. O diretor vinha de sua experiência como diretor dos dois primeiros Batman e Cage, um confesso leitor de HQs, recém tinha ganho o Oscar por Despedida em Las Vegas e estourava como ator de filmes de ação em A Rocha e Con Air. Então, a ideia do estúdios Warner era unir dois grandes talentos para ressuscitar a franquia do Superman. 


Após descartar um roteiro de Kevin Smith, Burton começou a trabalhar com outras ideias no seu estilo gótico de dirigir. E a medida que a produção ia avançando e os custos disparando, o estúdio achou que o filme poderia não render boa coisa e cancelou o projeto. Até porque, a essa altura, Batman & Robin tinha estreado nos cinemas e sepultado uma importante franquia do estúdio.

Sobre o cancelamento de Superman Lives, Nicolas Cage, deu uma entrevista ao jornal Metro, onde afirmou que o problema foi a falta de coragem da Warner. "Sim. Eu vi algumas das artes conceituais das suas ideias para o filme? Sim. E posso dizer que eram fantásticas e teria sido uma experiência de explodir a cabeça. Eu tinha uma ideia de como interpretar o personagem? Sim, e posso dizer que seria [uma interpretação] corajosa. Então talvez a Warner tenha se assustado pois o projeto tinha dois artistas que não tinham medo de se arriscar".

Mas, sinceramente, se você fosse um produtor executivo da Warner, também não ficaria sem coragem de bancar uma produção ao ver uma imagem dessas?

Postar um comentário