terça-feira, 6 de agosto de 2013

Escritor italiano lança livro em que Batman e Robin são gays

[ por Marcio Brasil ] 



Foi lançado nos EUA o livro Erotic Lives Of The Superheroes (As Vidas Eróticas dos Super-Heróis), de 416 páginas, escrito pelo italiano Marco Mancassola. Trata-se de uma ficção criada pelo autor, imaginando personagens famosos da Marvel e DC de maneira decadente, com ênfase em suas vidas sexuais, coisa que raramente é abordada nas HQs. O escritor dá as suas versões para Superman, Batman, Sr. Fantástico e vários outros personagens.



Mas, é claro, o ponto mais polêmico do livro é onde ele aborda sobre Batman e Robin, retratados como um casal gay com a relação desgastada. Por causa disso, um velho Bruce Wayne sai à cata de rapazotes pelas ruas de Nova Iorque para satisfazer sua luxúria, chegando até mesmo frequentar as festinhas na mansão de seu amigo Elton John.

O escritor Marco Mancassola ri de toda a polêmica e diz que não queria ofender os fãs, mas sim, propor um debate, criando algo diferente com personagens tão famosos. Não é a primeira vez que alguém sugere que os dois personagens seriam homossexuais. Na década de 50, o psiquiatra Frederic Wertham declarou guerra às histórias em quadrinhos em seu livro A Sedução dos Inocentes, quee conseguiu convencer muita gente de que os heróis de papel eram uma influência negativa nas crianças. Entre tantas baboseiras, disse que Batman e Robin eram gays e que a Mulher-Maravilha era uma porta-estandarte do lesbianismo.

Na década de 60, o seriado clássico dos personagens brincou um pouco com essa polêmica, criando algumas cenas e diálogos dúbios.
Postar um comentário